A brim3d surge em plena crise pandémica (COVID-19), fruto da tentativa de interajuda comunitária sem fins lucrativos.

Tal situação deveu-se a um entusiasta da impressão 3D, com uma impressora oferecida em 2017, que ao longo dos anos a foi transformando. Com a crise pandémica, viu a necessidade de produzir viseiras e suportes de máscaras faciais para ajudar e oferecer ao Centro de Saúde onde é utente, a alguns Enfermeiros do Hospital Santo António e uma Clínica de Fisioterapia.

Com formação e actividade empresarial na área electrotécnica, após algumas ideias, incentivos e conversas, surgem as oportunidades…

Foram travados novos contactos e conhecimentos, que proporcionaram a criação da marca registada brim3d a nível Nacional.

De entusiasta a empreendedor na área da impressão 3D.

brim3d Representações Nacionais;